8 coisas que ninguém me contou sobre a vida de casada

Quando você fica noiva ou recém se casa, as pessoas adoram dar conselhos matrimoniais não solicitados.

Se você faz uma perguntinha, em menos de um minutos vizinhos, amigos e tias saem da toca para compartilhar seus conselhos pessoais que frequentemente são conflitantes, mas bem-intencionados.

Se eu ganhasse um real para cada vez que alguém me disse “não vá dormir com raiva”, quando eu estava noiva, eu teria uns… 12 reais – o que já é muito para ficar ouvindo a mesma frase. Mas não importa quantos conselhos gratuitos eu recebi, algumas coisas sobre o casamento ainda me pegaram de surpresa. Agora, depois de dois anos de casamento, percebi que há várias coisas que ninguém nunca me contou sobre a vida de casada.

1. O que o termo “tempo de qualidade” realmente significa

Foi-me dito “não pare de ter a ‘noite do casal’ na semana” e “certifique-se de que vocês tenham tempo de qualidade juntos”, mas ninguém nunca explicou o que realmente significa tempo de qualidade. Quando você é recém-casada, toda noite parece a noite do casal porque o casal passa a maior parte do tempo sozinhos. Mas quando a noite do casal é todas as noites, as coisas às vezes podem se tornar rotina. Se você está apenas seguindo a rotina sem investir no relacionamento, nenhuma atividade parece tempo de qualidade. Até mesmo jantares luxuosos só contam como tempo de qualidade se amos os cônjuges estiverem emocionalmente presente.

Por esse mesmo motivo, o tempo de qualidade nem sempre significa planejar algo único e caro. Ter conversas espontâneas até as duas da manhã conta como tempo de qualidade. Caminhar para o supermercado juntos porque você está com vontade de comer sorvete conta como tempo de qualidade. Cantar em voz alta nas longas viagens de carro, jantar juntos numa terça à noite ou assistir um filme comendo pipoca em um dia da semana pode contar como tempo de qualidade, desde que ambos se dediquem à construção da união no relacionamento.

2. Seu cônjuge vai sentir todos os cheirinhos

O casamento significa viver lado a lado com o amor da sua vida. Isso parece ser um grande fator positivo, mas ocasionalmente também significa compartilhar os aspectos menos agradáveis ​​do dia a dia. Comeram 10 esfihas cada no Habib’s? Seu banheiro não é mais a única testemunha. Tirou do pé aquele par de sapatos de 10 anos que você ama? Os cheiros de dez anos de chulé serão liberados no seu quarto até o final dos tempos. Isso sem mencionar que seu marido vai descobrir que esposa, apesar de linda e maravilhosa, também tem gases.

De alguma maneira, as partes fedorentas da vida de casal apenas aproximam os dois. Não há espaço para vergonha no casamento. É vulnerável e ao mesmo tempo estranhamente reconfortante ser você mesmo perto de sua pessoa favorita.

3. Não tem problema não se sentir romântico o tempo todo

Antes de me casar, as pessoas costumavam me avisar que o casamento não era só arco-íris e borboletas. “Espere até você sair da fase de lua de mel. Então você vai saber como é o seu relacionamento ”, elas diziam. Mas ninguém nunca me disse que ter altos e baixos no romantismo é algo bom. Ser casado vai muito além do que apenas romance. Muitas vezes, seu cônjuge é seu parceiro de negócios, seu terapeuta, seu ajudante e muitas vezes seu companheiro de Netflix. O aspecto romântico do casamento é realmente apenas a ponta do iceberg quando se trata da alegria de se ter um relacionamento conjugal saudável.

4. O silêncio é tão importante quanto as conversas

Todos dirão que a comunicação é fundamental nos bons relacionamentos e isso é realmente verdadeiro. Mas o que eles não dizem é que o silêncio pacífico (não o silêncio indiferente) também é vital, porque ninguém consegue ficar conversando e conversando durante toda uma vida de casado. Vocês tem que ser capaz de simplesmente sentar um do lado do outro e desfrutar da companhia enquanto fazem suas atividades individuais.

Por outro lado, quando o silêncio se torna desconfortável ou com uma energia negativa, tente conversar e descobrir se algo está errado. O silêncio pacífico deve ser apreciado; o silêncio desconfortável deve ser resolvido.

5. Você tem um amigo de academia para a vida toda

E companheiro de filme, parceiro de dança, etc. Casamento significa que você nunca deve se perguntar com quem você vai naquela festa. A palavra “companheirismo” parece muito pequena para descrever a condição de um casamento saudável. É como um contrato de amizade legal com muitos e muitos bônus.

6. Às vezes você ainda precisa de um tempo só para você

Talvez os extrovertidos não sintam isso, mas se você é uma introvertida como eu, até mesmo a pessoa que você mais ama no mundo pode causar algum tipo de exaustão na sua energia social. Claro, eu passo a maior parte do meu tempo livre com meu marido, e isso é super divertido! De vez em quando, porém, tenho que tirar algumas horinhas para recarregar minha energias e refletir um pouco sozinha. Ninguém fala, mas isso algo é natural. Não significa que algo esteja errado com o relacionamento.

7. O casamento é diferente para todos

Depois que me casei, percebi que metade dos conselhos que recebi de outras pessoas não se aplicava ao meu relacionamento. Talvez você não tenha nenhum problema sobre a maneira correta de apertar o tubo de pasta de dente, ou abaixar o assento do vaso como todo mundo reclama. Mas vocês terão diferenças e essas pequenas divergências o ajudarão a criar um relacionamento forte, contanto que você lide com essas questões com compaixão e compreensão. Esses momentos de construção do relacionamento serão diferentes para cada casal. Ninguém pode dizer exatamente como será a sua experiência com o casamento, porque você e seu cônjuge são duas pessoas completamente diferentes.

8. O que você contribui volta em dobro

As pessoas vão te dizer que o casamento dá trabalho. Não é fácil. Você tem que realmente se esforçar para ter um casamento sólido. Sim, um casamento bem-sucedido requer uma certa quantia de investimento, mas também tem um retorno muito maior do que você contribui. Por meio de um esforço legal e constante, os casais podem encontrar satisfação, companheirismo e muito mais em um relacionamento saudável e feliz. Todo esse trabalho duro que as pessoas falam traz bênçãos incontáveis.

Esta é uma tradução do artigo escrito por Michelle Knabe e publicado originalmente no site thirdhour.org o título “8 Things No One Told Me Before I Got Married”.

O post 8 coisas que ninguém me contou sobre a vida de casada apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *