Como as mulheres são testemunhas dos eventos mais significativos da Igreja

Recentemente, a Primeira Presidência anunciou mudanças históricas na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que permitem que mulheres e crianças sirvam como testemunhas para a sagrada ordenança do batismo. Além disso as mulheres com investidura também poderão servir como testemunhas no templo, nos batismos pelos mortos e nos selamentos. O Presidente Russell M. Nelson regozijou-se com esses ajustes, dizendo:

“Os ajustes permitem que os convênios sejam plantados no coração das pessoas que vivem em tempos e circunstâncias diferentes… Estamos felizes com essas mudanças. Imagine uma amada irmã servindo como testemunha do batismo de seu irmão mais novo na capela. Imagine um casal servindo como testemunhas no batistério do templo enquanto seu neto batiza sua neta em lugar e a favor de um ancestral querido.”

O presidente Nelson também enfatizou que o Senhor “direciona e sempre nos direcionará sobre como as ordenanças devem ser realizadas para que possamos entender e interiorizar nossos convênios com Ele.”

Nos últimos dias, enquanto refletia sobre essas mudanças, percebi que elas estão alinhadas com a vontade e o trabalho de Deus desde o início dos tempos. As mulheres na Bíblia, Livro de Mórmon, e durante a história da Igreja primitiva têm sido testemunhas poderosas de eventos que moldaram e irão moldar as eternidades. Mesmo durante os momentos em que o mundo via as mulheres com menos poder, significado ou status na sociedade, nossos Pais Celestiais e Jesus Cristo demonstraram o valor divino das mulheres desde a criação.

mulheres na igreja

Eva foi a primeira testemunha mortal da família eterna e do sacrifício necessário para trazer filhos ao mundo. Ela e Adão testemunharam sobre Deus e o Salvador e os convênios instituídos sobre a terra após a Queda.

Sobre Rebeca, o Elder Bruce R. McConkie relatou:

“Penso que Rebeca faz parte de um dos maiores padrões de todas as revelações em que uma mulher recebe para influenciar uma família em justiça.” Para Rebeca, disse Elder McConkie, o Senhor revelou “o destino das nações que devem nascer e que ainda estão em seu ventre.”

Rebeca foi uma testemunha de visões e da próxima obra do Senhor e do povo.

Ester foi uma testemunha perante um rei e salvou uma nação. Ruth e seu testemunho de amor e laços familiares criaram a linha familiar que traria o Salvador ao mundo. O testemunho de Abis diante do povo lamanita levou à conversão e redenção de milhares.

Maria foi testemunha da vinda do Redentor do mundo e testemunha e influência em Sua vida e Ministério. A mulher na fonte de Jacó tornou-se a primeira testemunha a ouvir Cristo declarar que Ele era o Messias escolhido. Maria Madalena tornou-se a primeira testemunha da Ressurreição do Salvador. Mulheres, homens e crianças nefitas testemunharam o ministério de Jesus Cristo nas Américas, a instituição do sacramento e de ordenanças sagradas, e a realidade dos anjos.

Na história da Igreja, Emma Smith foi testemunha da tradução do Livro de Mórmon e Mary Whitmer foi a primeira testemunha, além de Joseph Smith, a ver as placas de ouro quando o anjo Morôni as mostrou a ela.

As mulheres foram testemunhas das investiduras completas na sala superior da Loja de Tijolos Vermelhos de Nauvoo, Illinois, e testemunhas do estabelecimento da Sociedade de Socorro, da ministração de anjos, da revelação, dos templos, e da restauração da Igreja de Cristo na terra. Esse testemunho é para as mulheres de hoje em dia que são fundamentais para levar adiante o trabalho do Senhor, ao servimos como missionários, líderes e professoras.

Sou grata por fazer parte de uma Igreja que reconhece o poder eterno e divino das mulheres e ser capaz de servir como testemunha e compartilhar o meu testemunho do amor, luz e graça do meu Salvador, Jesus Cristo.

Fonte: LDS Living

O post Como as mulheres são testemunhas dos eventos mais significativos da Igreja apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *