Élder Uchtdorf ensina como podemos vencer as adversidades e crescer

O texto a seguir foi extraído do livro de Ed. L. Pinegar, The Little Book of Gratitude, O Pequeno Livro da Gratidão.

Alguns anos atrás, quando eu estava servindo no templo de Manti Utah e tivemos a nossa devocional anual do templo, o presidente Uchtdorf e sua a amada esposa Harriet foram os oradores. Foi um dia glorioso. Todos sentiram a plenitude do Espírito Santo, e todos foram edificados.

Depois da reunião, tivemos um almoço com os nossos convidados, o Presidente e a Sister Uchtdorf. Ao final de nosso almoço, o Presidente Uchtdorf nos deu uma pequena demonstração de gratidão e então perguntou se alguém tinha alguma pergunta.

Várias pessoas fizeram perguntas, e as respostas foram bem dadas. Então ele pediu por uma última pergunta.

Uma das irmãs que havia ajudado na preparação do almoço perguntou: “Presidente Uchtdorf, o que precisamos ter para crescer, para nos transformarmos e para sermos capazes de suportar os fardos, problemas e provação que temos nessa vida?”

Como estava sentado bem em frente a ele, olhei em seus olhos e pude ver uma luz. Depois de alguns segundos ele respondeu, “Gratidão.” Meu coração se encheu com sua resposta, ao sentir o Espírito testificar que uma verdade tinha sido dita.

Depois dessa experiência tão especial com o Presidente Uchdorf, o irmão Ed J. Pinegar compartilhou quatro inspirações pessoais sobre gratidão:

A expressão da gratidão pode sobrepujar desejos de consumo e de bens materiais.

Algumas pessoas sentem que ter algumas coisas, significa ser alguém. Mas a gratidão pelas coisas simples da vida, tira a mente da obsessão por coisas materiais, preenche o coração com alegria, e enche a mente de bem-estar. A gratidão destrói o materialismo.

A gratidão tem a capacidade de nos libertar da ganância e da inveja.

A gratidão mantém o nosso coração quebrantado e o nosso espírito contrito. A gratidão nos ajuda a receber e a dar amor. Quando temos gratidão, somos gratos por todas as coisas e nos importamos com o que realmente é valioso.

A gratidão é uma emoção.

As emoções podem ser consideradas como admoestações em nossas vidas.

O córtex cerebral é a parte do cérebro que toma das decisões racionais, independente de nossas emoções. Muitas vezes precisamos ter controle cortical – lógica sobre emoção – para nos comportarmos de maneira moral e civil.

Devemos ter cuidado para não nos tornarmos objeto de nossas emoções negativas, durante aqueles momentos em que não nos importamos com nossas vidas. Para tornarmos a gratidão em poder, devemos torna-la parte de nosso caráter.

A gratidão pode se tornar uma fonte constante de força para outros e para nós mesmos.

A gratidão não dá espaço para a autodestruição. A gratidão não permite que sejamos pessimistas devido à falta de perfeição de nossas vidas. A gratidão nos ajuda a perseverar em situações extremas e difíceis, mas também nos ajuda a ganhar experiência através delas. Podemos elevar e nutrir o nosso próximo.

Uma tradição a ser ampliada

Um jantar de Ação de Graças, é uma tradição americana em que durante o jantar, as pessoas têm a oportunidade de expressar gratidão pelas bênçãos que recebem em suas vidas. Essa é uma tradição muito boa e poderia se tornar diária.

Expressar gratidão em nosso dia a dia seria um hábito maravilhoso tanto na mesa de jantar quanto na hora de dormir, tanto com um amigo, com nossos pais, um parente, ou para o Pai Celestial em nossas orações. É um hábito maravilhoso, e como resultado, podemos ter uma vida mais satisfatória, cheia de esperança e feliz.

Fonte: LDSLiving

Relacionado:

Élder Uchtdorf compartilha sentimentos sobre sua visita ao Brasil

O post Élder Uchtdorf ensina como podemos vencer as adversidades e crescer apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *