No Dia do Senhor, apóstolos e voluntários ministram por meio de motosserras e coletes amarelos na Flórida

Após passagem do Furação Michael, membros da Igreja na Flórida unem forças para reparar estragos. Eles contam com a ajuda de dois apóstolos, que vestiram os coletes amarelos do Mãos Que Ajudam, arregaçaram as mangas e ministraram como o Salvador

Uma reportagem publicada pelo jornal Church News, escrita pelo repórter Jason Swensen, mostrou um fato curioso. No Dia do Senhor, santos dos últimos dias da Flórida adoraram a Deus de forma diferente. Nas palavras do jornalista, poucas coisas nos serviços sacramentais de domingo para os santos de Panama City puderam ser chamadas de “normais”.

Para começar, havia um buraco no teto acima de um dos lados do púlpito da sede da Estaca Panama City, obra do furacão Michael. O carpete danificado pela água da capela havia sido retirado do chão alguns dias antes. Descansando na grama do lado de fora estava o campanário da capela, derrubado pelos ventos terríveis. E centenas de fiéis usavam coletes amarelos e jeans em vez de camisas brancas, ternos escuros e gravatas ou vestidos.

Os membros da Igreja que se reuniram justamente quando o sol estava nascendo na devastada Panama City estavam observando o Dia do Senhor em sua forma pura. No domingo marcado por projetos de serviço em várias comunidades da Flórida e da Carolina do Norte, o Presidente Dallin H. Oaks, primeiro conselheiro na Primeira Presidência, lembrou aos voluntários que um domingo gasto servindo “agrada ao Senhor em Seu dia”.

“Este domingo pós-furacão”, disse ele, “oferece novamente uma oportunidade de fazer uma pausa nos seus trabalhos normais e servir ao Senhor”.

Em suas observações na reunião sacramental, o Presidente Oaks lembrou um Dia do Senhor há mais de um século, quando Brigham Young despachou rapazes para as planícies de Wyoming para resgatar uma companhia de carrinho de mão presa pela neve e pelo frio congelante.

“De certa forma, vocês estão fazendo a mesma coisa”, disse ele. “Vocês são os santos do Senhor, que se servem seus irmãos e irmãs após o desastre que os atingiu”.

Voluntários de Mãos que Ajudam passam pela torre caída do lado de fora do Centro de Estaca Panama City, Flórida, em 21 de outubro de 2018. Foto: Jason Swensen, Church News
Voluntários de Mãos que Ajudam passam pela torre caída do lado de fora do Centro de Estaca Panama City, Flórida, em 21 de outubro de 2018. Foto: Jason Swensen, Church News

Com sua esposa, a irmã Kristen Oaks, ao seu lado, o presidente Oaks passava a maior parte do dia visitando os centros de comando, oferecendo incentivo e encontrando-se com líderes cívicos locais. Visitar a devastada Panama City e depois testemunhar a resposta dos voluntários do Mãos Que Ajudam de todo o país provocou uma mistura de emoções no veterano líder do sacerdócio. “Estou surpreso com a extensão da destruição e a magnitude do que chegou aqui para aliviar o sofrimento”, disse ele ao Church News.

Helping Hands volunteers in Marianna, Florida, take a break for a few minutes on Oct. 21, 2018, to speak with Elder David A. Bednar of The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints' Quorum of the Twelve Apostles and Sister Susan Bednar. Photo: Jason Swensen, Church News
Helping Hands volunteers in Marianna, Florida, take a break for a few minutes on Oct. 21, 2018, to speak with Elder David A. Bednar of The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints’ Quorum of the Twelve Apostles and Sister Susan Bednar. Photo: Jason Swensen, Church News

Enquanto isso, ao norte da Flórida, o Élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Susan Bednar, vestiram coletes amarelos do Mãos Que Ajudam e visitaram equipes de socorro na cidade de Marianna. “As famílias aqui desfrutam de uma resiliência que vem da perspectiva do evangelho. É uma bênção ver os santos dos últimos dias exercendo sua fé no Senhor”.

Confira a matéria completa original em inglês em https://goo.gl/qip51F

O post No Dia do Senhor, apóstolos e voluntários ministram por meio de motosserras e coletes amarelos na Flórida apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *