O que “Gogue” e “Magogue” representam nas profecias sobre os últimos dias e depois do milênio

Por Kent P. Jackson, adaptado de As Tribos Perdidas e os Últimos Dias: O que as Revelações Modernas Dizem Sobre o Novo Testamento.

Em Ezequiel 38-39 contém uma visão que mostra algumas características importantes de uma revelação apocalíptica. Esta visão retrata a invasão de uma força estrangeira conhecida como Gogue à terra de Magogue, o príncipe e chefe de Meseque e Tubal (Ezequiel 38:2). Gogue e seus exércitos atacarão as “montanhas de Israel,” aquelas pessoas que foram tiradas das nações” (Ezequiel 38:8).

Mas o Senhor não permitirá que eles tenham sucesso. E como uma “nuvem para cobrir a terra,” Gogue e seus aliados,” um grande e poderoso exército” – irão avançar sobre o povo do Senhor (Ezequiel 38:15-16). Mas o Senhor não permitirá que eles tenham sucesso. O Senhor impedirá o ataque de Gogue com terremotos, espadas, pestes, sangue, chuva, granizo, fogo e enxofre. Gogue e seus exércitos serão abatidos (ver Ezequiel 38:19 – 39:8).

O exército de Gogue será enorme e dura será a batalha, por sete anos o povo de Israel juntará as armas de seus inimigos e usará como combustível. Serão tantos corpos que demorarão sete meses para enterrá-los. Mesmo depois disso, pessoas serão escaladas para sair em busca de mais corpos, que ainda não foram enterrados (ver Ezequiel 39:9-16). Então vemos a retratação de um grande banquete onde pássaros e bestas irão se alimentar da carne e do sangue esses mortos (ver Ezequiel 39:17-20; D&C 29:20).

Elementos apocalípticos são bem visíveis nessa visão, sugerindo que é uma cena apocalíptica e não uma transcrição de um evento específico no futuro. É claro que se refere aos últimos dias. O povo do Senhor é chamado de “Israel”, eles foram formados por muitas pessoas e tirados de muitas nações’ (Ezequiel 38:8). Nesse cenário, Israel, não representa uma entidade política e nem uma localização geográfica, mas o povo do Senhor, aonde quer que eles estejam. Na verdade, Israel é o nome da família dos Santos do Senhor, os membros da Igreja Dele, que pelo mundo se reuniram através de convênios e do evangelho.

Na visão, vindo de distantes terras desconhecidas, Gogue e seus exércitos têm como meta devastar e saquear o povo do Senhor. Em uma versão apocalíptica, a figura de Gogue descrita, provavelmente não representa uma pessoa ou nação que atacará os Santos com forças militares, mas os poderes do maligno que atingirão os Santos, manifestados de diferentes formas, lugares e tempos. Satanás é cheio desse mal e é o arqui-inimigo do Senhor e seus seguidores. Como descrito na visão, as forças do mal não prevalecerão. Com um poderoso e apocalíptico ato, o próprio Senhor intervirá e colocará um ponto final nesse mal e em suas consequências.

Quando essa profecia será cumprida?

Quando essa profecia será cumprida? A nossa volta, presenciamos evidências de que essa batalha já começou. No entanto, tipologias apocalípticas representam categorias inteiras, ao invés de indivíduos específicos ou eventos, existem paralelos entre essa profecia e outras que que dão indícios do tempo no qual serão cmpridas.

A chave para entender a visão de Ezequiel, é tornar em uma relação moderna, onde há uma visão clara dos últimos dias e do povo do Senhor sendo descrito naquele período. No momento em que vivemos, a coligação de Israel e o estabelecimento de Sião já começaram. As forças de Satanás estão empenhadas em incansáveis batalhas contra os santos e a Igreja.

Outras escrituras nos ensinam que os esforços deles crescerão em intensidade quando a vinda de Cristo se aproximar (ver 1 Néfi 14:11-14; JS Mateus 1:30). No entanto, os seguidores de Gogue, não obterão sucesso em seus esforços de destruir a Igreja do Senhor. Em vez disso, a fraqueza será lavada da terra, em preparação para a Segunda Vinda, o que precederá mil anos de paz.

Gogue e Magogue – Depois do Milênio

Uma passagem no Novo Testamento, usa as palavras Gogue e Magogue em um contexto diferente do utilizado na profecia de Ezequiel. No livro de Apocalipse, João usa estas palavras em sua profecia apocalíptica, para falar sobre um grande conflito no final do Milênio.

Em Apocalipse 20:7-10, ele escreve sobre aqueles que Satanás irá induzir a se rebelarem contra Deus, em sua tentativa final de destruir o trabalho de Dele. Isso acontecerá depois de ser libertado de seus mil anos de prisão. As forças do mal atacarão Sião, mas Deus intervirá e devorará eles com fogo dos céus. Satanás então “será colocado em um lago de fogo e enxofre” (comparar com Jacó 5:76-77).

Na profecia, as palavras Gogue e Magogue são quase uma exclamação. Elas serão tanto para caracterizar aqueles que seguem a Satanás, quanto para invocar a imagem de rebelião prevista em Ezequiel 38-39. Em ambos os casos, essas são imagens apocalípticas, e elas refletem o vocabulário na visão de Ezequiel.

Essa é a batalha pós-milênio que geralmente membros da igreja têm em mente quando escutam as palavras Gogue e Magogue – não a batalha prevista por Ezequiel que antecede o milênio. Na verdade, Joseph Smith afirmou que “a batalha de Gogue e Magogue será depois do milênio”.

As palavras Gogue e Magogue não são encontradas nas escrituras modernas, mas as revelações modernas nos esclarecem a respeito da batalha prevista por João. Em uma revelação dada a Joseph aprendemos que “Satanás será capturado e não será solto pelo espaço de mil anos.“ Mas quando ele for solto, “por um curto espaço de tempo” ele reunirá seus exércitos.

E o sétimo anjo, Miguel, até mesmo o arcanjo, deverá reunir seus exércitos, as tropas dos céus. E o mal reunirá seus exércitos, as tropas do inferno, e virão para lutar contra Miguel e seus exércitos. “E então vem a batalha do grande Deus; e o diabo e seus exércitos serão arremessados em seu próprio lugar para que já não tenham poder sobre os santos” (D&C 88-110-14).

Esta é uma tradução do artigo publicado originalmente no site ldsliving.com com o título “What “Gog” and “Magog” Represent in Prophecies About the Last Days, After the Millennium”.

Relacionado:

7 atributos das pessoas que viverão no Milênio com Cristo

O post O que “Gogue” e “Magogue” representam nas profecias sobre os últimos dias e depois do milênio apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *