O que os profetas dos últimos dias falaram sobre o Natal

Separamos algumas citações dos profetas modernos – de Joseph Smith até o Presidente Russell M. Nelson – a respeito do Senhor Jesus Cristo e da maravilhosa época do Natal.

Ao ponderar sobre as citações e experiências abaixo lembre que “o Natal não é apenas uma comemoração de como Jesus veio ao mundo, mas também o conhecimento de quem Ele é — nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo — e do porquê de Sua vinda.” (Élder Craig C. Christensen, “A Plenitude da História de Natal”, 2016)

Joseph Smith – Jesus é o Salvador

Joseph Smith nasceu em Sharon, Vermont, em 23 de dezembro de 1805 — apenas dois dias antes do Natal! Como Profeta de Deus, ele testificou:

“O mundo não poderia receber a salvação sem a mediação de Jesus Cristo.” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, capítulo 3)

a expiação

Brigham Young – Jesus é o Líder

Brigham Young foi o segundo Presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o colonizador e fundador da grande comunidade de santos dos últimos dias no oeste americano e um marido e pai devotado. Foi um discípulo e Apóstolo fiel do Senhor Jesus Cristo. Ele disse:

“Jesus é nosso capitão e líder” (DNW, 24 de maio de 1871, p. 5.) “Deposito minha fé no Senhor
Jesus Cristo e Dele recebi todo o conhecimento que possuo” (DNW, 21 de novembro de 1855, p. 2.)

John Taylor – Jesus é o Redentor

O terceiro Presidente da Igreja testificou:

“Se não fosse pela Expiação de Jesus Cristo, e o sacrifício que Ele fez, toda a família humana ficaria na tumba por toda a eternidade sem qualquer esperança. Mas Deus concedeu, por intermédio da Expiação do Senhor Jesus Cristo, o meio pelo qual poderíamos ser restaurados ao regaço e à presença de Deus, para participar com Ele entre os Deuses nos mundos eternos”  (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: John Taylor, capítulo 5)

Wilford Woodruff – Jesus nos deu esperança

O terceiro Presidente da Igreja testificou:

“A Expiação de Jesus Cristo é o princípio fundamental da salvação e a fonte principal de esperança para toda a humanidade”  (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Wilford Woodruff, capítulo 7)

domingo de páscoa

Lorenzo Snow – Jesus nos dá paz e felicidade

O quinto Presidente da Igreja disse:

“Todos dependemos de Jesus Cristo, de Sua vinda ao mundo para abrir o caminho pelo qual podemos conseguir paz, felicidade e exaltação.” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Lorenzo Snow, capítulo 24)

Joseph F. Smith – Natal é família

Em 1918,Joseph F.Smith escreveu uma carta a seu filho na qual ele relembrou experiências de Natal de sua própria juventude, quando estava sempre “sem um tostão”. Ele disse o seguinte a respeito do início de seu casamento:

“Eu não devia nada a ninguém em toda aquela época, mas tinha que trabalhar — não conseguia ficar ocioso”.

Ele disse que ele e sua família trabalharam “com todas as suas forças para manter a alma e o corpo unidos.” Foi nessas condições que ele saiu, pouco antes do Natal, com a intenção de comprar algo especial para seus filhos. Ele disse:

“Eu queria algo para agradá-los e tornar o dia de Natal diferente dos outros dias, mas não tinha um centavo para isso! Andei para cima e para baixo na avenida principal, olhando as vitrines das lojas (…) então procurei um lugar fora das vistas das pessoas, sentei-me e chorei como uma criança, até pôr para fora toda a dor de meu triste coração. Depois de algum tempo, voltei para casa, com as mãos vazias como quando saíra, e brinquei com meus filhos, grato e feliz simplesmente por tê-los a meu lado. (…) Depois dessas provações, minha vida tornou-se um pouco mais amena. Minha situação começou a melhorar. Por meio de trabalho árduo, economia rigorosa, abnegação e o amor de Deus, prosperei”  (“Editor’s Table: In Memoriam–Joseph Fielding Smith”, Improvement Era, janeiro de 1919, pp. 266-267)

irmão mais velho

Heber J. Grant – Natal é doação

O Presidente Heber J. Grant raramente falava de seus atos de serviço, mas às vezes outras pessoas mencionavam as boas obras que elas o viram realizar. Os familiares dele eram as testemunhas e beneficiários principais de seu serviço. Sua filha Lucy Grant Cannon disse o seguinte acerca da generosidade e bondade dele para com os filhos e netos:

“A devoção de meu pai à família é extraordinária. Seu interesse pessoal por eles e pelo lar de cada um deles é algo que se nota constantemente. Ele ajuda-os mesmo quando isso representa um grande sacrifício. Ele costuma dizer: ‘Ajude as árvores novas; as crescidas cuidam de si mesmas’. A cada aniversário de cada filho e neto, ele envia uma carta e um cheque pelo correio ou faz a entrega em mãos. A cada Natal e Ano-Novo e em muitas outras ocasiões, ele oferece livros, cheques, quadros ou outras lembranças carinhosas. Seu amor e sua bênção sempre acompanham os presentes e para nós são como uma oração a nosso favor.”

Essa atitude cristã, era reflexo de sua crença mais profunda. Ele disse:

“Não esqueçamos a obrigação que temos de ser leais ao Senhor e servir a Ele e que não podemos servi-Lo de modo aceitável sem servirmos ao nosso próximo.” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Heber J. Grant, página 141)

George Albert Smith – Natal é Serviço

Como pai, George Albert Smith procurou sinceramente ajudar os filhos a sentir a alegria que ele sentia por viver o evangelho. Num dia de Natal, depois que os presentes foram abertos, ele perguntou a suas jovens filhas o que elas achariam de doar alguns de seus brinquedos para crianças que não tinham recebido nenhum presente de Natal.

Como todos tinham acabado de ganhar brinquedos novos, as meninas concordaram que poderiam doar alguns de seus brinquedos velhos às crianças necessitadas.

“Não gostariam de doar-lhes alguns dos brinquedos novos também?” sugeriu George Albert, de modo gentil.

As filhas hesitaram, mas por fim concordaram em doar um ou dois de seus brinquedos novos. George Albert levou as meninas até a casa das crianças que tinha em mente, e elas entregaram os presentes. A experiência foi tão edificante que, ao saírem dali, uma das meninas exclamou com entusiasmo: “Vamos agora pegar o restante
dos brinquedos para doar a elas”. (Builders of the Kingdom, p. 240)

O Livro de Mórmon fala de Jesus Cristo

David O. McKay – Natal é lembrar de Cristo

O Presidente David O. McKay ensinou:

“Comemoramos o nascimento Daquele em cuja missão na Terra (1) Deus é glorificado; (2) a Terra recebe a promessa de paz; (3) todos os homens recebem a promessa da boa vontade de Deus para com eles! Se todas as pessoas nascidas no mundo tivessem como farol de sua vida esses três ideais gloriosos, como a vida seria mais  doce e feliz!” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: David O. McKay, página 8)

Joseph Fielding Smith – Natal são crianças

Na época do Natal, em 1971, um jornalista teve a oportunidade de estar na companhia do Presidente Joseph Fielding Smith e sua família. Ele deu-nos um vislumbre de como era a vida do profeta:

“O Natal é especial para o Presidente Joseph Fielding Smith. É um dia dedicado à família e às lembranças, mas, para o Presidente Smith, é, acima de tudo, um dia dedicado às crianças. ‘Acho que do que mais gosto no Natal é das crianças’, disse o Presidente Smith ao abraçar a neta.

Com uma grande Bíblia ilustrada no colo, o Presidente Smith e duas de suas netas, Shanna McConkie, de quatro anos, e Sherri, de dois, viravam as páginas que contavam a história do nascimento do Menino Jesus. Eles demoraram-se mais na página que ilustrava a cena da manjedoura. Havia muito afeto entre o Presidente Smith
e as meninas. (…)

O Presidente Smith recebeu a visita de muitos familiares na época do Natal. ‘O Natal é uma época de reunir a família’, disse ele”. (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Fielding Smith, página 323)

Harold B. Lee – Natal é época de paz

Falando sobre a Paz do Senhor e a necessidade que temos de sermos pacificadores, o Presidente Lee ensinou:

“Os pacificadores serão chamados filhos de Deus. Os agitadores, os opositores da lei e da ordem, os líderes de rebeliões e os infratores são impulsionados por motivos malignos e, a menos que desistam, serão chamados de filhos de Satanás, e não de Deus. Mantenham distância daqueles que provocarem dúvidas inquietantes ao fazerem pouco caso das coisas sagradas, pois eles não buscam a paz, mas desejam semear confusão. Aqueles que estão sempre em brigas e contendas e cujos argumentos
tenham propósitos de não estabelecer a verdade, violam um princípio fundamental ensinado pelo Mestre como essencial para uma vida fértil. “Paz na terra, boa vontade para com os homens” foi o cântico dos anjos que anunciaram o nascimento do Príncipe da Paz.” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Harold B. Lee, capítulo 21)

Spencer W. Kimball – Natal é Jesus

O Presidente Kimball testificou:

“O Salvador veio “levar a efeito a imortalidade e vida eterna do homem” (Moisés 1:39). Seu nascimento, morte e ressurreição tornaram possível a primeira bênção. Mas precisamos unir nossos esforços aos Dele para alcançar a segunda: receber a vida eterna” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Spencer W. Kimball, página 32)

ser feliz

Presidente Monson dizia que Presidente Benson o tratava como um filho.

Ezra Taft Benson – Natal é Gratidão pelo Senhor

Numa mensagem da Natal, o Presidente Benson ensinou:

“Por [ Jesus] ser Deus — sim, o Filho de Deus — Ele pôde tomar sobre Si o fardo e o peso dos pecados da humanidade. Isaías profetizou [da] disposição do nosso Salvador em fazer isso: “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; (…) foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados” (Isaías 53:4–5) (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Ezra Tafl Benson, página 101).

Howard H. Hunter – Devemos Dar como Ele dava

Num Devocional de Natal da Primeira Presidência, o Presidente Hunter prestou testemunho do Salvador:

“O Salvador dedicou Sua vida para abençoar outras pessoas. (…) Jamais [Ele] dava esperando retribuição. Ao doar, fazia- o liberal e amorosamente e Suas dádivas eram de valor inestimável. Deu visão ao cego, ouvido ao surdo, pernas sãs ao coxo, pureza ao impuro, saúde ao enfermo e fôlego ao morto. Suas dádivas eram oportunidade ao desalentado, liberdade ao oprimido, perdão ao penitente, esperança ao desesperado e luz nas trevas. Ele nos deu Seu amor, Seu serviço, Sua vida. E o mais importante, Ele nos deu — a todos os mortais — ressurreição, salvação e vida eterna.

Devemos procurar, com empenho, dar como Ele dava. Dar a si próprio é uma dádiva sagrada. Damos [a nós mesmos] como lembrança de tudo o que o Salvador deu” (“Ensinaram- se e Ministraram-se Mutuamente”, A Liahona, julho de 1986, pg. 71)

antimormon

Gordon B. Hinckley – Natal só existe devido à Páscoa

O Presidente Gordon B. Hinckley disse:

“Não haveria Natal se não houvesse Páscoa. O bebê Jesus de Belém seria apenas outro bebê se não houvesse o Cristo Redentor do Getsêmani e do Calvário, e a triunfante Ressurreição” (Gordon B. Hinckley, “A Maravilhosa e Verdadeira História do Natal”, A Liahona, dezembro de 2000, p. 6.)

envelhecer como um profeta

Thomas S. Monson – Natal não é correria

O Presidente Thomas S. Monson ensinou:

“A verdadeira alegria do Natal não advém da correria e pressa em fazer mais coisas, nem na compra de presentes. Encontramos verdadeira alegria quando fazemos do Salvador o ponto central da época. Podemos mantê-Lo no pensamento e em nossa vida, ao realizar o trabalho que Ele deseja que realizemos aqui na Terra. Nesta época, em particular, sigamos Seu exemplo, amando e servindo nosso próximo.” (“Natal é amor”, Devocional da Primeira Presidência 2012)

Russell M. Nelson

O Presidente Nelson é o Profeta atual de Deus, e ontem ele falou num Devocional a respeito do Natal. Leia agora como foi aqui:

Devocional de Natal da Primeira Presidência – Pres. Nelson fala sobre os quatro presentes do Salvador

The post O que os profetas dos últimos dias falaram sobre o Natal appeared first on maisfe.org.

O post O que os profetas dos últimos dias falaram sobre o Natal apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *