Tudo bem se você não chorar com experiências espirituais

Esse artigo é mais como um anúncio de utilidade pública do que qualquer outra coisa, então vamos começar logo. Entender a língua do Espírito Santo é algo bem desafiador – especialmente porque Ele fala de um jeito diferente de pessoa para pessoa.

Nós sabemos, entretanto, que alguns dos frutos do Espírito são “caridade, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e temperança.” Em outras palavras, o Espírito está diretamente ligado com nossos sentimentos.

Por causa disso, algumas pessoas podem dizer que quando você sente o Espírito, você se emociona e derrama algumas lágrimas. Mas isso não é sempre uma verdade. 

um chamado, benção patriarcal

Uma hipótese perigosa

É claro que muitas pessoas choram quando elas sentem o Espírito e isso é ótimo, mas não é um requisito. Existe um risco em considerar que sentir o Espírito é o mesmo que se emocionar ou chorar. Por exemplo, todos os Santos dos Últimos Dias estão se esforçando para ter um testemunho da veracidade do evangelho através do Espírito Santo. Queremos ter experiências espirituais. Queremos a companhia constante do Espírito, mas se as únicas experiências espirituais válidas são aquelas que nos fizeram chorar, podemos estar perdendo experiências vitais para o fortalecimento de nossos testemunhos que nos são manifestadas de diferentes maneiras. E, podemos até nos sentir fracos ou culpados quando experiências emocionantes simplesmente não acontecem. 

Vamos usar o meu exemplo. Há alguns anos atrás, servi uma missão de tempo integral. Eu estive, quase cada minuto, concentrado e dedicado ao evangelho de Jesus Cristo por dois anos. Eu chorei só uma vez durante minha missão: no último dia.

Eu escutei, de diferentes maneiras, de que se você não chorasse durante sua missão você estaria fazendo algo errado. Esse tipo de mentalidade pode acabar com um missionário que sente o Espírito de um jeito diferente de outros missionários. Eu simplesmente não sou muito de chorar. E se você também é assim, não tem absolutamente nada de errado com você. Não significa que você não está sentindo o Espírito e não significa que está fazendo algo de errado. 

Homem pensando

O perigo de se fabricar experiências espirituais

A última coisa que quero é minimizar o valor ou a qualidade de uma experiência espiritual sincera onde algumas lágrimas foram derramadas. Não existe nada de errado com elas. Mas quando consideramos que esta é a única forma pela qual o Espírito trabalha, nós encaramos uma situação perigosa

Por exemplo, recentemente escutei uma reclamação de algumas Santos do Últimos Dias sobre como são as aulas da Sociedade de Socorro. Elas sentem que muitas das lições são propositalmente preparadas para serem melosas e para fazerem as pessoas chorarem. Com frequência, as aulas abordam temas extremamente tristes ou são apresentados de maneira profunda ou emocional demais. 

É claro que não tem nada de errado em abordar temas reais nas aulas, mas essas membros sentem que as professoras estão tentando fabricar experiências espirituais ao simplesmente fazerem as pessoas chorarem. Porque se as pessoas estão chorando, elas estão com certeza sentindo o Espírito. Mesmo que isso possa ser bem-intencionado, esse tipo de situação mostra que não entendemos como o Espírito age.

O Presidente Howard W. Hunter alertou sobre esse tipo de situação em 1989, em um Treinamento para o Sistema Educacional da Igreja: 

“Quero deixar-lhes uma palavra de advertência sobre o assunto. Creio que, se não tomarmos cuidado como os professores que estão em salas de aula todos os dias, podemos começar a simular a verdadeira influência do Espírito do Senhor por meios indignos e manipuladores. Fico preocupado quando parece que as emoções fortes ou as lágrimas copiosas equivalem à presença do Espírito. Sem dúvida, o Espírito do Senhor pode produzir fortes sentimentos emocionais, inclusive lágrimas, mas a manifestação externa não deve ser confundida com a presença do Espírito propriamente dita.

Observei muitos de meus irmãos ao longo dos anos e compartilhamos algumas raras e indescritíveis experiências espirituais juntos. Todas essas experiências foram diferentes umas das outras, cada uma foi especial à sua própria maneira; e esses momentos sagrados podem ou não ser acompanhados de lágrimas. Muito frequentemente são, mas às vezes são acompanhados de total silêncio. Em outras ocasiões, são acompanhados de alegria. Sempre são acompanhados por uma grande manifestação da verdade, por uma revelação ao coração.”

Descubra por si mesmo

Você precisa descobrir sozinho como normalmente sente o Espírito. Poder ser acompanhado de fortes emoções ou não. Para mim, sinto o Espírito como uma enxurrada de inteligência ou luz que vem direto na minha mente. De repente, entendo algo ou faço uma conexão que não tinha pensado antes. Eu aprendo a verdade e eu me sinto bem. Outras pessoas podem simplesmente sentir paz ou felicidade. Mas ao mesmo tempo, existem muitas pessoas que se emocionam quando sentem o Espírito.  Às vezes você pode ser uma delas ou não. Te desejo toda a sorte do mundo nessa jornada.

Como o Espírito Fala Com Você? Comente aqui!

Traduzido por Marie Sunaga. Esta é uma tradução do artigo publicado originalmente no site thirdhour.org o título “It’s Totally OK If Spiritual Experiences Don’t Make You Cry”.

O post Tudo bem se você não chorar com experiências espirituais apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *