A importância de desenvolver autocontrole sexual antes do casamento

Muitas vezes os jovens se perguntam que tipo de toque e afeto são apropriados antes do casamento. Eles geralmente buscam uma lista do que é permitido e do que não é.

Certamente, poderíamos fornecer uma lista de comportamentos que não são aceitáveis ou que representam risco real para aqueles que desejam viver os padrões de pureza moral.

No entanto, existem alguns desafios dentro dessa abordagem.

Como cada pessoa tem personalidades, forças, fraquezas, origens e prioridades diferentes, não é possível fazer uma lista exata sobre os tipos de afeto que seriam apropriados para todos.

Outro desafio desta lista é que ela prejudica o desenvolvimento de seu próprio autocontrole e autoconfiança espiritual ou “confiança em Deus”.

O mais importante é ter seu coração e sua mente no lugar certo, com o Senhor. Assim, você pode determinar o que precisa fazer para cumprir as leis de Deus que governam a pureza sexual.

Um jovem sabiamente disse: “Regras são apenas regras. Se o seu coração não está no lugar certo, as regras não vão segurá-lo de qualquer maneira”.

Esperamos inspirar os jovens a se esforçarem intencionalmente para ter autocontrole sobre seus apetites e paixões, tanto para aproveitar o processo de namoro quanto para se prepararem espiritualmente para um relacionamento íntimo saudável dentro do casamento.

Desenvolver autocontrole sexual

Durante o namoro e noivado, você desenvolverá sentimentos lindos e poderosos por esta pessoa maravilhosa que você ama tão profundamente.

Você vai querer compartilhar tudo com ela. Alguns racionalizam que, não há problema em cruzar limites, devido ao seu compromisso com essa pessoa e ao fato de que falta pouco tempo para o casamento.

Isso pode ser muito tentador, mas o Senhor pediu que esperássemos.

Casais jovens precisarão desenvolver o tipo de autocontrole sexual que permite manter limites íntimos e saudáveis durante todo o namoro.

Ter limites saudáveis não é importante somente antes do casamento, mas também dentro do casamento.

Você ainda precisará respeitar os sentimentos e limites de seu cônjuge no casamento. O casamento não significa liberdade sexual para todos.

Um casal pode decidir que terminarão sua noite com um beijo de boa noite, em vez de se colocarem em posições onde estão mais do que se beijando. É necessário estabelecer limites como este para ter autocontrole sexual.

Mesmo quando casados, o autocontrole ainda deve fazer parte da equação enquanto o casal aprende a atender às realidades mentais, emocionais e físicas únicas um do outro.

Por causa de suas diferentes conexões, o casal precisará ajustar sua intimidade dentro do casamento, uma vez que o sexo nem sempre estará disponível “a qualquer hora”.

A vontade de Deus

Deus criou nossas paixões íntimas humanas, mas pediu que as mantivéssemos dentro de seus limites.

É pedido que nos afastemos do “homem natural” por meio da Expiação de Cristo. Isso significa que, com a ajuda de nosso Salvador, podemos exercer moderação para refrear nossas paixões.

Nunca estamos sozinhos em nossos esforços de guardar os mandamentos do Senhor.

Controlar ou canalizar nossas paixões de maneira justa permite que sejamos preenchidos de amor em vez de luxúria.

A principal diferença entre o amor piedoso e a luxúria é que o amor respeita a si mesmo e aos outros, enquanto a luxúria busca egoisticamente satisfazer nossas próprias vontades e desejos.

As escrituras nos convidam a não abrir espaço para a “carne em suas concupiscências”. O amor piedoso não “pega” ou usa os outros em próprio benefício. Deus pede que sejamos puros de coração e mente.

Alguns pontos que ajudam a desenvolver pureza de mente e coração (ou autocontrole sexual e controle de impulso) incluem fazer um “convênio com os seus olhos”, com o seu coração e com sua mente para criar defesas mentais que protejam você contra alimentar desejos íntimos indiscriminados.

Isso envolve desviar o olhar de coisas que alimentam a luxúria ou evitar comportamentos quando as emoções se tornam muito estimulantes.

Inclui se afastar de músicas e outros meios de comunicação prejudiciais para ser leal e constante em sua fidelidade ao seu noivo(a) e ao Pai Celestial.

O autocontrole inclui o domínio do pensamento. O apóstolo Paulo incentivou os santos a levar cativos todos os pensamentos negativos ou indignos e a alinhá-los com a “obediência de Cristo”.

Se levarmos a sério o domínio mental ou o alinhamento de nossos pensamentos com Cristo, ganharemos mais poder para resistir à tentação e evitar muitas das fraquezas comportamentais comuns à humanidade.

Decida agora

encontro

Tome uma decisão consciente e com antecedência de fazer o que for necessário para manter a pureza moral.

Acredite que você pode manter sua decisão. Se você não consegue acreditar que é possível ser moralmente limpo para o casamento, será muito mais difícil ter sucesso.

Seus pensamentos e crenças são mais poderosos para fazer as coisas acontecerem em sua vida do que você pode imaginar. Aquilo em que você acredita se torna sua realidade. Suponha que você terá sucesso!

Decida se você realmente deseja a virtude pessoal e o autocontrole mais do que os prazeres momentâneos.

Determine se está disposto a fazer tudo o que o Senhor pede de você, mesmo no campo da sexualidade.

Fonte: Meridian Magazine

The post A importância de desenvolver autocontrole sexual antes do casamento appeared first on maisfe.org.

O post A importância de desenvolver autocontrole sexual antes do casamento apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *