Vencendo o desânimo: Como encontrar a paz e o consolo hoje em dia

Como podemos encontrar a paz e o consolo quando tudo parece estar cheio de caos, confusão,  desesperança e decepção?

“Onde encontrar a paz e o consolo, quando o mundo estiver contra mim? Se n’alma carregar dor, desconsolo, onde encontrarei a paz sem fim?”

As perguntas da alma presentes no comovente hino escrito por Emma Lou Thayne “Onde encontrar a paz?” são as mesmas perguntas feitas por muitas pessoas hoje em dia.

Como podemos viver nosso dia-a-dia e encontrar a paz e o consolo que tanto buscamos e precisamos, ao vivenciar o que parece ser um filme de ficção científica, com as regras de “distanciamento social” que cercam grande parte de nossas atividades e o estresse do isolamento, tanto físico quanto emocional?

Onde podemos encontrar consolo? A resposta é simples. Podemos nos voltar para Jesus Cristo, a fonte de toda a paz.

Em Mateus 11:28-30, lemos:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.”

Este é um convite feito a nós, hoje! Muitos sentem-se cansados neste momento.

Desde pais e mães solteiros, que trabalham em casa e tentam cuidar de si mesmos e de seus filhos, a casais com filhos em idade escolar que agora também estudam de maneira remota.

Pessoas que vivem sozinhas e que não podem ver seus familiares, seja porque moram em cidades diferentes ou porque querem preservar aqueles que são mais vulneráveis nesse momento.

Casais sem filhos que estão aprendendo a conviver, onde somente um deles tem a possibilidade de trabalhar em casa.

As diferentes circunstâncias que atravessamos podem chegar a ser esmagadoras.

Como podemos seguir em frente? Como podemos encontrar o equilíbrio entre trabalhar de maneira eficaz, ter um tempo para a família, seja de maneira virtual ou física, e ter a certeza de nos cuidarmos individualmente? Como podemos evitar ficar estressados ou loucos?

“Se me aflige a dor, se perco alento, anseio por saber a quem correrei. Quem pode aliviar o meu tormento? Em Cristo paz real, certo, terei.”

Volte-se para Ele. Como nosso amado profeta, o presidente Russell M. Nelson nos relembrou, precisamos “ouvir o Senhor”.

Mas como O ouvimos?

Essa é uma pergunta que o presidente Nelson nos convidou a fazer. Podemos reservar um tempo para pensar na restauração e nas muitas formas que o Salvador tem se comunicado conosco, o que inclui as escrituras, e o doce espírito que surge quando prestamos nosso testemunho do Salvador.

Podemos ouvir o Senhor através da oração e sentir Suas palavras em nossos corações e mentes.

“Ele é meu Salvador e meu amigo, responde minha oração, dá-me paz. Sempre que eu lhe pedir, virá comigo, para vencer o mal, forte me faz.”

Ele responde no silêncio, Ele se junta a nossos esforços. Em nosso Getsêmani pessoal, Ele está lá, presente, como nosso Salvador e amigo. Somente ele pode dar a paz que supera todo o entendimento. Ele é sempre constante e bondoso.

Seu amor é eterno!

Precisamos relembrar das palavras do Senhor a Joseph Smith, quando ele estava na Cadeia de Liberty, à medida que passamos pelas provações e tribulações de nossa vida (D&C 122:5-8):

“Se te for requerido sofrer tribulações; se te encontrares em perigo entre os falsos irmãos; se te encontrares em perigo entre salteadores; se te encontrares em perigo na terra ou no mar;

Se fores acusado de toda sorte de falsidades; se os teus inimigos caírem sobre ti; se eles te arrancarem do convívio de teu pai e mãe e irmãos e irmãs; e se com uma espada desembainhada os teus inimigos te arrancarem do seio de tua esposa e de tua prole; e teu filho mais velho, embora com apenas seis anos de idade, agarrar-se às tuas vestes e disser: Meu pai, meu pai, por que não podes ficar conosco?

Ó meu pai, o que os homens vão fazer contigo? e se então ele for arrancado de ti pela espada, e fores arrastado para a prisão, e teus inimigos te rondarem como lobos procurando o sangue do cordeiro;

E se fores lançado na cova ou nas mãos de assassinos, e receberes sentença de morte; se fores lançado no abismo; se vagas encapeladas conspirarem contra ti; se ventos furiosos se tornarem o teu inimigo; se os céus se cobrirem de escuridão, e todos os elementos se unirem para obstruir o caminho; e acima de tudo, se as próprias mandíbulas do inferno escancararem a boca para tragar-te, sabe, meu filho, que todas essas coisas te servirão de experiência, e serão para o teu bem.

O Filho do Homem desceu abaixo de todas elas. És tu maior do que ele?”

“Ó Jerusalém” – Greg Olsen

Por ter decido abaixo de todas as coisas, Cristo sabe como nos socorre em nossos momentos de necessidade, como está escrito em Alma 7:11-12:

“E ele seguirá, sofrendo dores e aflições e tentações de toda espécie; e isto para que se cumpra a palavra que diz que ele tomará sobre si as dores e as enfermidades de seu povo.

E tomará sobre si a morte, para soltar as ligaduras da morte que prendem o seu povo; e tomará sobre si as suas enfermidades, para que se lhe encham de misericórdia as entranhas, segundo a carne, para que saiba, segundo a carne, como socorrer seu povo, de acordo com suas enfermidades.”

pai celestial

Podemos estar enfrentando diferentes provações no momento, mas sei que elas também passarão. Jesus Cristo está no comando e sabe como nos ajudar a navegar em águas turbulentas.

O Salvador sabe o que está acontecendo conosco e com o mundo. Ao nos voltarmos para Ele, ao buscá-lo, escutá-lo e confiar Nele, é meu testemunho que, aconteça o que acontecer, estaremos seguros e sairemos vitoriosos por causa Dele.

Fonte: LDS Blogs

Relacionado:

Redes sociais: Nossos líderes ensinam a como encontrar esperança através de Cristo

O post Vencendo o desânimo: Como encontrar a paz e o consolo hoje em dia apareceu primeiro em Portal SUD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *